i belive in you, dean
Pobre de mim se for acreditar em tudo que dizem, em tudo que acreditam. Seria tremenda burrice, e ignorância de minha parte. Tudo em cre crêem é resumido em bom, ótimo ou excelente, e sendo nem um pingo pessimista acredito que isso não seja verdade. Bom, mas nem sempre estamos certos não é mesmo? A sociedade nos impõe rótulos, e por que não dizer preços? Somos como mercadorias nas prateleiras de um supermercado, e é claro que cada tem seu valor, seja mais baixo ou elevado. Pronto, somos feito mercadorias, tratados como. E sabe o porquê disso? Por que ninguém vem com um dizer cravado em tua testa dizendo se és bom ou deixas de ser. O pior é que abusam até disso. Uma prostituta por exemplo, para uma pessoa defensora de qualquer merda ai dirá que não querendo ofender, mas essa pessoa tem um valor baixo, justo por estar aonde está. A sociedade banalizou totalmente o verdadeiro sentido da liberdade de expressão - oras, mas podem falar que também estou incluída nesta sociedade a que tanto critico, pois bem sei que nunca disse que não estava -. Realmente é uma pena ver tudo isso desencadeando um final triste, e por ora sem rumo. Talvez temos de sentir falta de uma boa ditadura para saber como é bom poder se expressar, seja de qual modo for. Talvez precisemos disso para aprender o valor do que temos. Somos feito uma máquina, programada para acreditar no que nos agrada, no que nos convém, - isso por acaso seria bom? Nem um pouco não é mesmo? -. Pobre de mim em acreditar em elogios, sendo que eles quase sempre são da boca pra fora, ou em circunstancias favoráveis a quem diz. Fico por vezes antipatizada por dizer isso, e por acreditar que vivemos em uma zona - se assim pode ser chamada - medíocre. Somos inocentes, e encaramos uma critica com um bico ou uma cara feia, já o elogio - ah o elogio- ele sim, resultado de um sorriso de um canto ao outro da boca. E eu só me pergunto o “por que” disso. Quem lhe garante que palavras bonitas te sustentarão? Ou até que são verdadeiras? Bom, somos arrogantes, imaturos, violentos e desengonçados. Adjetivos que se encaixam em nossos padrões não faltam. Somos tolos, inocentes como havia dito. Preste atenção ao seu redor, e perceba que inocência por parte das pessoas é o que não anda faltando. Acreditamos em promessas, que pra variar são quebradas a todo instante. Em segundos gostamos de pessoas, e em minutos nos apaixonamos por elas. Somos uma obra imperfeita, alejada, e indesejada. Podem me julgar, ou podem falar que só falo abobrinhas, se uma coisa aprendi com essa mediocridade toda, foi a não me importar com o que falam. Somos um projeto mal preparado, seja a fazer qualquer coisa, temos esse dom de poder fazer o certo, mas mesmo assim insistir no errado. Nosso comando anda quebrado, já tem tempos. Criamos fantasias, e esperamos - sem sucesso - que elas se realizem, mais uma prova de nossa tamanha inocência. Até que por um lado é bom ver tudo se acabando assim, é tudo muito rápido, e isso que é o bom. Vivemos em um lugar onde a aparência tem uma significância maior do que caráter, um lugar onde uma pessoa pobre é tratada simplesmente como lixo. São por motivos assim, bestas e fúteis que existir a cada dia que passa é mais desprazeroso.
Mariana M.(faith-h)

Pobre de mim se for acreditar em tudo que dizem, em tudo que acreditam. Seria tremenda burrice, e ignorância de minha parte. Tudo em cre crêem é resumido em bom, ótimo ou excelente, e sendo nem um pingo pessimista acredito que isso não seja verdade. Bom, mas nem sempre estamos certos não é mesmo? A sociedade nos impõe rótulos, e por que não dizer preços? Somos como mercadorias nas prateleiras de um supermercado, e é claro que cada tem seu valor, seja mais baixo ou elevado. Pronto, somos feito mercadorias, tratados como. E sabe o porquê disso? Por que ninguém vem com um dizer cravado em tua testa dizendo se és bom ou deixas de ser. O pior é que abusam até disso. Uma prostituta por exemplo, para uma pessoa defensora de qualquer merda ai dirá que não querendo ofender, mas essa pessoa tem um valor baixo, justo por estar aonde está. A sociedade banalizou totalmente o verdadeiro sentido da liberdade de expressão - oras, mas podem falar que também estou incluída nesta sociedade a que tanto critico, pois bem sei que nunca disse que não estava -. Realmente é uma pena ver tudo isso desencadeando um final triste, e por ora sem rumo. Talvez temos de sentir falta de uma boa ditadura para saber como é bom poder se expressar, seja de qual modo for. Talvez precisemos disso para aprender o valor do que temos. Somos feito uma máquina, programada para acreditar no que nos agrada, no que nos convém, - isso por acaso seria bom? Nem um pouco não é mesmo? -. Pobre de mim em acreditar em elogios, sendo que eles quase sempre são da boca pra fora, ou em circunstancias favoráveis a quem diz. Fico por vezes antipatizada por dizer isso, e por acreditar que vivemos em uma zona - se assim pode ser chamada - medíocre. Somos inocentes, e encaramos uma critica com um bico ou uma cara feia, já o elogio - ah o elogio- ele sim, resultado de um sorriso de um canto ao outro da boca. E eu só me pergunto o “por que” disso. Quem lhe garante que palavras bonitas te sustentarão? Ou até que são verdadeiras? Bom, somos arrogantes, imaturos, violentos e desengonçados. Adjetivos que se encaixam em nossos padrões não faltam. Somos tolos, inocentes como havia dito. Preste atenção ao seu redor, e perceba que inocência por parte das pessoas é o que não anda faltando. Acreditamos em promessas, que pra variar são quebradas a todo instante. Em segundos gostamos de pessoas, e em minutos nos apaixonamos por elas. Somos uma obra imperfeita, alejada, e indesejada. Podem me julgar, ou podem falar que só falo abobrinhas, se uma coisa aprendi com essa mediocridade toda, foi a não me importar com o que falam. Somos um projeto mal preparado, seja a fazer qualquer coisa, temos esse dom de poder fazer o certo, mas mesmo assim insistir no errado. Nosso comando anda quebrado, já tem tempos. Criamos fantasias, e esperamos - sem sucesso - que elas se realizem, mais uma prova de nossa tamanha inocência. Até que por um lado é bom ver tudo se acabando assim, é tudo muito rápido, e isso que é o bom. Vivemos em um lugar onde a aparência tem uma significância maior do que caráter, um lugar onde uma pessoa pobre é tratada simplesmente como lixo. São por motivos assim, bestas e fúteis que existir a cada dia que passa é mais desprazeroso.

Mariana M.(faith-h)

340 notes · #anjos #slá #gosti #a foto tipo nada haver
  1. alli-santtana reblogged this from in--flames
  2. amandagrandi reblogged this from a-supernova
  3. a-supernova reblogged this from r-eflexa
  4. r-eflexa reblogged this from holyss
  5. b-rittleness reblogged this from holyss
  6. mulher-tequilaa reblogged this from in--flames
  7. iand-u reblogged this from perverti-r
  8. rainhadabrutalidade reblogged this from p-aranoiass
  9. p-aranoiass reblogged this from intoxxicar
  10. absolutvibe reblogged this from revivend-o
  11. intoxxicar reblogged this from revivend-o
  12. revivend-o reblogged this from holyss
  13. holyss reblogged this from holyss
  14. duas-metades-26-06 reblogged this from thaatssweet
  15. thaatssweet reblogged this from alme-jar
  16. pseudo--amor reblogged this from expandir-me
  17. alme-jar reblogged this from expandir-me and added:
    Pobre de mim se for acreditar em tudo que dizem, em tudo que acreditam. Seria tremenda burrice, e ignorância de minha...
  18. h-appinesssss reblogged this from expandir-me
  19. expandir-me reblogged this from holyss
  20. pr3tinh4 reblogged this from holyss
  21. g-entileza reblogged this from des-alma
  22. des-alma reblogged this from holyss
  23. quesejainfinitonossoamor reblogged this from lidiamelo
  24. bl-indada reblogged this from p-ushed
  25. por-algo reblogged this from cicloness
  26. cicloness reblogged this from urbanasereia
  27. urbanasereia reblogged this from holyss
  28. what-is-to-be-will-besnif reblogged this from maredepositividade
  29. maredepositividade reblogged this from holyss
  30. boladassa reblogged this from ultimo--suspir0
  31. estranhamente-e reblogged this from s-orrisos
  32. a-soul-eater reblogged this from in--flames
  33. itsaperfectsmile reblogged this from enciumada
  34. tristedia reblogged this from ff-r-e-e
  35. 14-de-novembro-de-1979 reblogged this from enciumada
  36. enciumada reblogged this from ff-r-e-e
  37. bleed-myself reblogged this from detectar-se
  38. girl-blessed reblogged this from outonizei
  39. year-s reblogged this from slipp
  40. loucaindesiva reblogged this from lif-t
  41. o-utonizar reblogged this from slipp
  42. slipp reblogged this from estro
  43. rustica--alma reblogged this from holyss
  44. estro reblogged this from holyss